Supliquei que não partisse, oh, mulher;
Oh pecadora, implorei o teu amor.
E zombando tu partiste gargalhando
Indiferente ao meu profundo amargor.
E seguindo-te por esse mundo a fora
Em outros braços eu sempre te encontrei
E a todos eles tu dizias com desdém
- é aquele o homem que eu dia eu amei.

Porem o tempo ensinou-me a esquecer
Desiludido de tudo desta vida
E pelo mesmo caminho eu voltei
Sentindo o quando eu errei.
Agora surges chorando pelas ruas
Qual uma sombra a me procurar
Implorando pelo amor de deus
Nada te deram os amores teus.

Sou teu amigo, segue teu caminho
Outro amor me deu felicidade
Hoje tu choras pelo teu primeiro amor
E se voltaste é por que sentiu saudade

Vídeo incorreto?