Arrumei a mala num domingo a tarde, era setembro já no fim do mês
Viajei pra Mato Grosso do Sul num a tournée que o bolinha fez;
Em campo grande passei oito dias, depois segui pra Camapuã;
Pra Costa Rica e Cassilandia, com destino a Ponta Porã
Antes passei em Paranaíba, chão de um povo apaixonado
Terra que todo o mundo canta é Aparecida do Tabuado.

De Ponta Porã fui par Amambai, pra Sete Quedas e Iguatemi
De mundo novo fui pra Dourados, passei também em Naviraí;
Querido povo Matogrossense lindas meninas eu conheci
Muito obrigado que deus lhe pague todo carinho que recebi
Quantos quilômetros de saudade apaixonado eu percorri
Meu coração ficou em São Paulo lá na Guapira em Tucuruvi.

Ficou na historia toda a viagem lá na fronteira do Dr. Irã
Aquela casa maravilhosa uma seresta em Pedro Juan
Tava o Bolinha e suas boletes que enfeitavam aquele salão
E uma pequena causava ciúme pra quem formou uma confusão
No fim da noite o pau comeu, bancou otário dali não sai
Eu nunca mais vou esquecer aquela noite no Paraguai

Vídeo incorreto?