Fui eu quem se fechou no muro e se guardou lá fora
Fui eu que num esforço se guardou na indiferença
Fui eu que numa tarde se fez tarde de tristeza
Fui eu que consegui ficar e ir embora
E fui esquecido, fui eu
Fui eu que em noites frias se sentia bem
E na solidão sem ter ninguém fui eu
Fui eu que na primavera só não viu as flores
E o sol nas manhãs de setembro

Eu quero sair, eu quero falar
Eu quero ensinar o vizinho a cantar
Nas manhãs de setembro

Vídeo incorreto?