A garça voou,
A sombra ficou,
A noite desceu, levando o brancor !
Ah!

A mata dormiu,
O vento acabou,
A folha caiu,
Fazendo rumor ao tocar!
Ah!

O ramo gemeu,
O ninho vibrou,
O rio bebeu as nuvens do céu.
Ah!

O eco passou bem perto daqui,
As vozes levou,
Rompendo manhãs ao morrer.

Vídeo incorreto?