Nós somos muitos
Todos sozinhos
Andamos juntos pelos caminhos.
Formamos todos a legião.
E os nossos rastros
Lacam lastros
Soltam lados

Nós somos todos
Todos aflitos
De um lado os doidos
Do outros malditos
Com o fim dos tempos no coração.
E pelos becos, pelas ruas, pelo mundo
Andamos sós.
Pelas marés
Pelos sertões
Pelas cidades povoadas dessa terra
Andamos sós

Pelas galés
Pelas nações
Pelos demais campos de guerra
Para onde andamos.
Pelos quartéis
Pelas missões
E pelos quatro cata ventos todo canto
Andamos sós

E os menestréis
Pelas canções
Já profetizam como os santos
Para onde andamos

Pelas marés
Pelos sertões
Pelas cidades povoadas dessa terra
Andamos sós
Pelas galés
Pelas nações
Pelos demais campos de guerra
Para onde andamos

Pelos quartéis
Pelas missões
E pelos quatro cata ventos todo canto
Andamos sós
E os menestréis
Pelas canções
Já profetizam como os santos
Para onde andamos
Sós.

Vídeo incorreto?