A noite me tortura e eu tento fugir da letargia, o tempo não passava naquele dia
em que você me dizia o que sentia. Fazia frio e no escuro, eu ia me tornando tão sedentário,
sozinho com o mundo que me cercava, eu olho pros olhos que sempre me olhava...

A minha mente não está vazia, ainda penso em você e o que eu faria, querer não me
entender é entender, que eu queria te querer mais não podia. Eu sofro e o meu sofrer
é meu pecado, solitário sem você tenho sonhado, com o medo que me envolve eu
tenho buscado, palavras confortáveis pra serem ditas...

Só quero descansar e refletir sobre o que eu não fiz, eu machuquei teu coração,
com os meus atos desprezíveis,aprendi que não é nada digno, sustentar o que
não existe, não me conformei com tua face, que sorria pra mim, tão triste...

A noite me tortura e eu tento fugir da letargia, o tempo não passava naquele dia
em que você me dizia o que sentia. Fazia frio e no escuro, eu ia me tornando tão sedentário,
sozinho com o mundo que me cercava, eu olho pros olhos que sempre me olhava...

A minha mente não está vazia, ainda penso em você e o que eu faria, querer não me
entender é entender, que eu queria te querer mais não podia. Eu sofro e o me sofrer
é meu pecado, solitário sem você tenho sonhado, com o medo que
envolve eu tenho buscado, palavras confortáveis pra serem ditas...
( Não inventei o que é amar, eu não compliquei eu separei as coisas, eu me ocupei
em me preocupar, em não assolar teus sentimentos... ) (2x)

Vídeo incorreto?