Nunca perco a fé
Não me entrego ao mal
Não me abalo assim
Nossa corrente não quebra
Sigo em frente a pé
Nunca perco o chão
Choro amargo vem
Mas nunca desisto da guerra

Tente sempre ver o lado bom nas coisas ruins
Acredite, o futuro nos reserva sempre um amanhã especial
Pense sempre em Deus e nunca deixe de ver
A beleza nas flores,
E nunca esqueça da familia

De inferno a céu, do justo ao réu
Na dor cruel
Sua vida no papel
Num sistema ordinário
Mercenário, consumista do caralho
Tudo errado
Onde o principal é o material
Manipulação do mal,

Mal, mal, mal..
Não vence..
Não vence o bem

Nunca perco a fé
Não me entrego ao mal
Não me abalo assim
Nossa corrente não quebra
Sigo em frente a pé
Nunca perco o chão
O choro amargo vem
Mas nunca desisto da guerra

Vídeo incorreto?