Um velho


Quando à noite era quente a gente ia pra varanda curtir a brisa do ar
Ouvia belas histórias e contos de um velho tropeiro que conhecia tudo por lá
Mas ele não sabia como o mundo era doente fora da realidade de lá
Muitos saíram pra tentar melhores condições pra morar
No fundo ele sabia que seria infeliz se partisse do seu lugar
O interior
Saudades ele sente até hoje
Dos seus filhos, da sua mulher
que partiram de lá
E não deixaram nem se quer vestígios
Só uma carta de adeus
Mas ele é feliz, só tendo a carta e fotografia
só tendo a carta e fotografia

Vídeo incorreto?