O passado não está aqui, o presente aqui se encontra e dele não posso fugir, saí em busca dos meus sonhos, pra muitos eram apenas sonhos, mas acreditei em Deus. "Às vezes me entristeço em pensar que você não conseguiu o que foi buscar", disse minha mãe pra mim, numa carta que escreveu e eu apenas chorei. Então eu sentei e comecei a escrever, respondi: Eu precisava apenas ser feliz. Cantar fora um pretexto, talvez a menor coisa pela qual eu decidi ir embora.

Eu precisava descobrir quem eu era e o que eu era, sorrir sem de idiota alguém me chamar, andar na rua sem me importar com os comentários, falar, me expressar sem medo de ser contrário, e assim foi que eu parti, pois eu era infeliz, e não queria mais sofrer.

Se não acontecesse o meu sonho de cantar, não me arrependeria de ao menos tentar, eu consegui mais que isso, por eu mesmo ser bem visto, acreditar em mim. Ainda ouço vozes, que não me influem mais, cada um tem o direito de falar o que quiser, não preciso tudo acolher, opinião preciso ter e ver o que é melhor pra mim. Sei sou importante para mim e para Deus, não importa o que possuo, mas o que sou, se hoje sofro, luto, choro, é porque eu acredito, que um dia de outra forma vou chorar.

Eu precisava deixar de me humilhar e me amar e entender que ninguém é melhor que eu, não olhar o chão, mas erguer minha cabeça, quem nunca falhou que abra agora a sentença, ser eu mesmo e não querer perfeito ser e a todos agradar.

Ao contrário que se possa imaginar, estava revoltado, depressivo, a chorar, segredos têm o coração, nem sempre é bom guardá-los não, melhor é partilhar com alguém. Vivia sufocado sem saber o que fazer, era pressionado a não fazer o meu querer, as aparências mostram algo, que às vezes é errado, só o que tem dentro é verdadeiro. Tantas vezes o meu quarto foi refúgio, tantas guerras e conflitos com Deus, tentando entender o inexplicável, a vivência é o melhor aprendizado.

Eu buscava a liberdade, queria ser livre, não é só em presídios que se encontram as prisões, sua vida é bela, não deixe ninguém vivê-la, sem perceber aos poucos pode perdê-la, assim comigo aconteceu, e só o tempo reverteu, pois lutei por mim.

Eu precisava descobrir quem eu era e o que eu era e entender que ninguém é melhor que eu, se minha vida é bela eu preciso vivê-la, de agora em diante não vou mais perdê-la, demorou, mas compreendi que o tempo cura sim, se eu lutar por mim, eu lutei por mim.

Vídeo incorreto?