Se em cada coração que sofre
Eu pudesse me sentir alegre.
Levar depressa uma doce prece
Feliz fazer aquele que padece.
Sorrir fazer aquele que chorasse
Amor eu desse aquele que faltasse.
E do faminto a fome eu saciasse
E dos chagos as chagas eu curasse.

Ah! se eu pudesse. ah! se eu pudesse!
Feliz seria eu. ah! se eu pudesse!

A fé levaria ao descrente, esperança ao desesperado
Paz aos corações atribulados. luz onde houvesse trevas.
Chuvas em terras essequidas. fertilidade ao solo estéril.
Um natal feliz eu daria a toda humanidade.

Mas como não posso, senhor meu
Receba por favor a minha prece.
Faça por mim aquilo, oh deus
Que tanto fazer quisesse.

Vídeo incorreto?