Eu não sei o que fazer da minha vida
Sem você perto de mim
Eu não sei o que fazer da minha vida
Sem o seu carinho
Eu já fiz tudo mais não pude
Conquistar seu coração
Sei que és muito volúvel
Jamais pude compreender sua ilusão

E quem sou eu, pra ter você só pra mim ?
Essa rosa vermelha tem espinhos
Eu estou, morrendo por essa flor
Eu não sou Boêmio, mais hoje eu vou beber
Quero esquecer a paixão, da cruel solidão
Que eu vivo sem você
Se eu bebo eu choro
Ao mesmo instante eu canto ...
E grito o seu nome
Óh querida amante

Eu não sou Boêmio, mais hoje eu vou beber
Quero esquecer a paixão, da cruel solidão
Que eu vivo sem você
Se eu bebo eu choro
Ao mesmo instante eu canto ...
E grito o seu nome
Óh querida amante
Grito o seu nome
Óh, querida amante

Vídeo incorreto?