Nunca olharemos para trás


Eu errei por errar,
Não porque você quis
E não me arrependo, estou com receio agora

Eu acredito naquilo que quero
E talvez eu queira me fazer mal
Mas eu não me reconheço naquilo que me tornei

Eu gosto de deslizar para fora de qualquer cálculo...

... para me trazer de volta na linha precisará um milagre

Cúmplices e similares, para acreditar em contos de fadas

Com nossos sonhos na garganta,
Esta noite parece
Feita para nós...

QUE NUNCA OLHAREMOS PARA TRÁS
NUNCA OLHAREMOS PARA TRÁS

Embarcado em um destino as vezes surdo e melancólico
Em uma viagem clandestina entre alucinação e pânico

Talvez porque sei que tenho um diamante entre as mãos
Um mórbido refúgio para tempos ruins

Me movo para o sofá,
Eu sei que você já decidiu
E fico sem ar, entre o inferno e o paraíso

Os cabelos se dissolvem em cachos de nuvens...

O seu sabor é de mel,
Esta noite foi feita para nós...

QUE NUNCA OLHAREMOS PARA TRÁS
NUNCA OLHAREMOS PARA TRÁS