Eu estou nas prisões do mundo inteiro
Sofrendo humilhações no cativeiro
Carrego a mesma cruz em cada esquina
Mas ninguém vê, ninguém vê

Já bati muitas vezes em sua porta
Passo frio de noite, e ninguem se importa
Sou criança de creche sem ter carinho
Mas ninguém vê, ninguém vê

Pois eu sou filho de Deus
E eu acredito nisso
O mundo não compreende
Em cada irmão eu vejo Cristo

Eu estou no dia-a-dia a seu lado
Também pego aquele trem sempre apertado
Quando estendo a minha mão pedindo ajuda
Ninguém vê, ninguêm vê

Pois eu sou filho de Deus
E eu acredito nisso
O mundo não compreende
Em cada irmão eu vejo Cristo
Pois eu sou filho de Deus


Em cada irmão eu vejo Cristo
E acredito nisto
Você eu e Jesus Cristo
A solução é isso
No sacrifício eu vejo Cristo
A solução é isso...

Vídeo incorreto?