Zé di zefinha acorda cedo
E vai pro mato atrás de caçá
Cabaça pra fazê caneco
E já di manhãzinha eu mais toledo.
Os dois acostumado a tomá cachaça
Pra botar boneco.
Passei di frente a casa de "ontonha"
Filha de zefinha mais compadi zé.
Só vi o berro seu sem vergonha
Ou devolve a cabaça ou vai vê cumé qui é.

Cumpadi zé di lá gritava
Vem cá fi duma égua que já ti caguetaram
E eu de cá lhi a respostava
Qui foi cumpadi zé que me caluniaram
Você vai devolver a cabaça de "ontonha"
E eu não perco tempo de um pisa lhe dá.

Eu não tirei a cabaça de "ontonha",
Botei foi lá pra dento pra nego
Num vim tirá.

Zé di zefinha acorda cedo
E vai pro mato atrás de caçá
Cabaça pra fazê caneco
E já di manhãzinha eu mais toledo.
Os dois acostumado a tomá cachaça
Pra botar boneco.
Passei di frente a casa de "ontonha"
Filha de zefinha mais compadi zé.
Só vi o berro seu sem vergonha
Ou devolve a cabaça ou vai vê cumé qui é.

Cumpadi zé di lá gritava
Vem cá seu fi duma égua que já ti caguetaram
E eu de cá lhi a respostava
Qui foi cumpadi zé que me caluniaram
Você vai devolver a cabaça de "ontonha"
E eu não perco tempo de um pisa lhe dá.

Eu não tirei a cabaça de "ontonha",
Botei foi lá pra dento pra nego
Num vim tirá.

Eu não tirei a cabaça de "ontonha",
Botei foi lá pra dento pra nego
Num vim tirá

Vídeo incorreto?