Fiz essa milonga pra hora do mate
Pra hora da charla, pra hora do abate
Fiz essa milonga ao cair da tarde
Pois o sol já não arde tanto no lombo

Se escuto um violeiro ou um milongueiro
Um Darcy Fagundes ou Jayme Caetano
É a hora do mate que junta os paisanos
Que encilharam nuvens, mas seguem cantando

Janelas abertas num rancho rural
E o verso campeiro já foge pra estrada
Procissão sagrada dos rádios de pilha
Reunindo a família pro mate

Nas rédeas parceiro esporeia o cavalo
E adentro nos ranchos nem cusco me late
Só erva da buena para o arremate
Levanta o volume que é hora do mate

É hora do mate
É hora do mate
É hora do mate
Levanta o volume
Que é hora do mate.

Vídeo incorreto?