Meu coração bandido
Quer sempre mais
É um trem sem um apito
Vôo dos meus ais
Asa envenenada
Cão vadio da estrada
Brilha sós
Sangue e voz
Vai por aí sozinho
E faz o seu ninho
Onde ele quer
Rasgando aos quatro ventos
Atrás da saia dessa mulher
Ah! Mas que canto troxa
Eu quero as coxas
E o que vier
Ah! como eu amo e amo
Como eu adoro essa mulher
meu coração bandido
Perdeu o buçal
Vai por aí aflito
Quer vento e sol
Asa envenenada
Cão vadio da estrada
Brilha sós
Sangue e voz
Vai por aí sozinho
E faz o seu ninho
Onde ele quer
Rasgando aos quatro ventos
Atrás da saia dessa mulher
Ah! Mas que canto troxa
Eu quero as coxas
E o que vier
Ah! como eu amo e amo
Como eu adoro essa mulher

Vídeo incorreto?