A voz que tenta evitar
É um grito que chama
Em segredo
Fora do lugar
É inútil perceber
Fora do lugar
Estranha surdez

Medo, medo, medo, medo, medo (6X)

Com outra língua imaginária (2X)
Que no fim não sabe o que diz no fim (2X)

A voz que nasce sem poder falar
Tem a pele suja de outro ser
Assassina o som da minha as alturas
Assassina desanda ganha as alturas

Com outra imaginária(2X)
Que no fim não sabe o que diz no fim (2X)

A voz do medo é o silêncio (2X)
O silêncio é a voz do medo
A voz do medo é o silêncio
A voz do medo é o silêncio(4X)

Vídeo incorreto?