Amaranto


Batizado com um nome perfeito
O duvidoso de coração
Sozinho sem ele mesmo

Guerra entre ele e o dia
Precisa de alguém pra culpar
No final, pouco ele pode fazer sozinho

Você acredita, mas o que você vê?
Você recebe, mas o que você dá?

Acaricie-o, o imortal
Chove em seu coração, as lágrimas de tristeza brancas como a neve
Acaricie-o, o amaranto escondido
Em uma terra do amanhecer

Separado do grupo errante
Neste breve vôo do tempo nós alcançamos
Àqueles que se atrevem

Você acredita, mas o que você vê?
Você recebe, mas o que você dá?

Acaricie-o, o imortal
Chove em seu coração, as lágrimas de tristeza brancas como a neve
Acaricie-o, o amaranto escondido
Em uma terra do amanhecer

Chegando, procurando por algo intocado
Ouvindo as vozes do imortal chamando

Acaricie-o, o imortal
Chove em seu coração, as lágrimas de tristeza brancas como a neve
Acaricie-o, o amaranto escondido
Em uma terra do amanhecer