O colecionador


Eu pego coisas,
Eu sou um colecionador.
E as coisas, bem, as coisas, elas tendem a acumular
Eu tenho esta rede,
Ela se arrasta atrás de mim,
Ela apanha sentimentos,
Para me alimentar

Há momentos, muitos momentos
Em que gostaria de poder deixá-las ir,
Mas elas começaram a procriar, e elas começam a crescer dentro de mim
Há momentos, muitos momentos
Em que gostaria de poder deixá-las ir,
Mas elas começaram a me fazer pensar em coisas que não quero saber

[Refrão]
Estou tentando fazer caber tudo aqui dentro
Estou tentando abrir minha boca
Estou tentando não engasgar
E engolir tudo isso, engolir tudo isso, engolir tudo isso

Sou a praga, sou o enxame,
Todos os seus corações grudam em mim
e eu os mantenho aquecidos.
Eles não me deixarão ficar, eles não me deixarão sair
Há tantos deles que fica difícil respirar

[Refrão]

Cada um deles, cada um deles, cada um deles, cada um deles...