Todo o seu amor Ele demonstrou,
Quando caminhou por entre o povo que o rejeitou
Foi ferido então, para se cumprir, enfim,
A missão que o pai lhe confiou
Aqueles espinhos eram todos os pecados meus
E os cravos que feriram suas mãos
E o pregaram numa rude cruz, deveriam ser para mim

Parecia ser o fim da esperança
Para mim e todos que criam no seu amor
Mas Jesus ressuscitou
E quebrou o jugo que estava sobre mim com seu amor

Quero praticar o que Ele ensinou,
À pureza dos seus atos eu preciso imitar

Nunca esquecerei cada gesto de amor,
Cada gota do sangue que verteu
Aqueles espinhos eram....

Vídeo incorreto?