Esforços meus.
Segundos seus.
Tudo o que perdemos concentrado aqui.
Fragmentado para circular.

Como meio.
Como fim em si mesmo.
Agora eu posso e declaro: Isto é meu.
Disponho como bem quiser.

Mesmo que seja sangue e ossos. Carne e dor.
Mesmo que não seja necessário.
Eu fiz por merecer. Agora eu posso e demonstro: Isto é meu.
Tento dar sentido ao que não tem. Isto é meu.

Vídeo incorreto?