Andando sempre em passo ligeiro
Tentando sempre chegar primeiro
Assim, corro os riscos, esqueço dos medos

Pois tudo na vida é assim
Linhas tortas ditam tudo o que é
Certo pra mim, Pra mim

E eu sinto no peito
E agente não foge
Dos segredos, entre os dedos notas e acordes
E eu sinto no peito
E agente não foge
Os sentidos fluem nos dedos notas e acordes...

Procuro pedras que brilham
Que me façam no escuro sonhar e voltar pro meu mundo
O velho sonho

De estar na máquina do tempo e viajar
No som repleto que atravessa a cabeça

E eu sinto no peito
E agente não foge
Dos segredos, entre os dedos notas e acordes
E eu sinto no peito
E agente não foge
Os sentidos fluem nos dedos notas e acordes...

Vídeo incorreto?