Foi num dois e dois pra lá que se pôs
Um cá sem depois
Um bem que mal-me-quer
Que mal me querer bem?

Se não te conheces menina
Conheço bem

Valsas no meu sonho também
Que vais e vem

Debutas, sonhas e mentes tão bem
Que furtas sonhos e noites além
Perturbas sábios e tolos e reis
Quem te faz versos e quem te quer bem

E foi num dois e dois prá lá que se pôs.

Vídeo incorreto?