De: finner


Nós viemos aqui na sua volta
E chamamos sua atenção.
O vento do oceano salgado
Fez as gaivotas chorarem.

O balanço desta casa
Me fez continuar
Mas eu sabia que estava segura
Daqui em diante.

As ondas que batem seu rosto,marcaram o passado
E a ninhada sobre a sua pele, e como o tempo passa rápido
E nós estamos longe de casa mas estamos tão felizes
Longe de casa e sozinhos, mas tão felizes.

Depois de cada dia ensolarado
Vem uma noite tempestuosa.
Daquelas que Finner diria
"Mantenham suas cabeças erguidas"

E nós estamos longe de casa mas estamos tão felizes
Longe de casa e sozinhos, mas tão felizes.