Filho, quantos te olham e não têm
Compaixão pra te perdoar
Filho, quantos insistem em lembrar
De um passado que eu já lancei no mar
Filho, estou aqui pra novamente declarar

Aquele que não tem pecado
Pegue a pedra pra lançar!
Filho, eu sou aquele
Que escrevia sobre o chão
Perdoando o pecado
De alguém sem solução

Vai...filho, vai não peques mais
Perdoado já estais
Eu não deixo lançarem as pedras
Vai...tua culpa já levei
Teus pecados já apaguei!
No sangue que eu derramei!

Filho, quantos te olham, mas não vêem
Um valor acima dos teus erros
Filho, quantos te julgam sem saber
Que eu te amo!
Eu não quero te perder

Filho, estou aqui pra novamente declarar
Aquele que não tem pecado
Pegue a pedra pra lançar!
Filho, eu sou aquele
Que escrevia sobre o chão
Perdoando o pecado
De alguém sem solução
Vai...

Meu filho, derramei por ti
Meu sangue lá na cruz
Eu te quero, eu te amo, te aceito
Vem, meu filho, como estás
Vai...

Vídeo incorreto?