Resquícios momentâneos de paz
Fazem das noites eternas esperas
E fazem das dores eternas feridas
Que lembram seus olhos qndo choram
E lembram meus erros qndo durmo

Se não é a sua voz ao meu ouvido
Quero surdo seguir a vida longe de ti
Pois insuportavel seria a dor
De te ouvir dizer adeus para sempre

Lembranças apagadas do fim
Resgatam lágrimas de mágoas passadas
E cortam-me a alma a cada suspiro
De cada momento passado em branco
Em cada momento passado a dois

Se não são seus olhos a me ver dormir
Quero cego viver os dias sem te ter
Não aguentaria olhar-te ao passar a porta
E deixa-la aberta sempre a sua espera

Se não é vc a povoar meus sonhos
Quero q os dias sejam eternos para nós dois
Para q não possa mais fechar os olhos
E me deparar com vc em minha mente
Distante mas ainda presente

Não vou mais pensar em nós
A dor q carrego tem seu nome , seu rosto sua voz
Não restam forças pra desistir
Mas qndo mais precisei
Vc nao esteve aqui
Pra me ver dormir

Vídeo incorreto?