É inevitável que se busque algum sentido
Parece resposta a uma vida tão estranha
O que se quer é o equilíbrio
Vamos seguir o caminho do meio

Nunca é bastante até que se chegue ao fim
Para quem espera o depois é a razão
Um novo tempo já vai nascer
Vamos seguir o caminho do meio (2x)
E o maior erro é querer sem desejar
O medo é responsável por aquilo que se foi
E o que não veio é só escolha
Vamos seguir o caminho do meio

Quanto a palavra já não for mais necessária
Traga um sorriso, que será nosso sinal
O coração vai entender
Vamos seguir o caminho do meio (2x)

(parte 2)
Tanta firmeza que tombou na esquina
Tanta clareza que cegou meu olhar
Não vou tão alto que é por medo da queda
E nem tão longe que não saiba voltar

Vamos seguir o caminho do meio (2x)
Vamos seguir o caminho do meio (2x)

Tem tanta fé pra tão pouca certeza
Tanta beleza que nem dá pra guardar
Existe um todo repleto de vazio
Há um reto que decerto eu me desvio

Vamos seguir o caminho do meio (2x)
Vamos seguir o caminho do meio (2x)

Nem pueril nem malandro escolado
Nem vagabundo nem cidadão exemplar
Nem hedonista nem um pobre diabo
Nem latifúndio nem miséria S/A

Nem narcisista e nem complexado
Nem chauvinista nem nascido no mar
Nem amor terno e nem só de orgasmos
Nem fim de mundo nem jardins de Alá

Vamos seguir o caminho do meio (2x)
Vamos seguir o caminho do meio (2x)