Cansado de paletar resolvir parar,
Parar para pensar e mim perguntar.
Porque eu não tenho minha barca
E o negocio é sério,
Elas não se dão, é tudo o que eu mais quero.

Juntei peguei uma ponta e fui lá comprar
A barca era zera vou equipar,
Com aro dezesete só para começar
O banco de couro e suspensão a ar.

Vou apelidar minha barca de marmita,
Vou esquentar quando ela se aproximar,
Jogo ela dentro ligo as duas bocas de quinze
Vidro escura para ajudar eu traçar a minha comida

Vou apelidar minha barca de marmita,
Vou esquentar quando ela se aproximar,
Jogo ela dentro ligo as duas bocas de quinze
Vidro escura para ajudar duvido ela não entrar!

Entrou na marmita virou comida,
Entrou na marmita virou comida,
Entrou na marmita virou comida.


Êêeeeêe comida.

Entrou na marmita virou comida,
Entrou na marmita virou comida,
Entrou na marmita virou comida.

Cansado de paletar resolvir parar,
Parar para pensar e mim perguntar.
Porque eu não tenho minha barca
E o negocio é sério,
Elas não se dão, é tudo o que eu mais quero.

Juntei peguei uma ponta e fui lá comprar
A barca era zera vou equipar,
Com aro dezesete só para começar
O banco de couro e suspensão a ar.

Vou apelidar minha barca de marmita,
Vou esquentar quando ela se aproximar,
Jogo ela dentro ligo as duas bocas de quinze
Vidro escura para ajudar eu traçar a minha comida

Vou apelidar minha barca de marmita,
Vou esquentar quando ela se aproximar,
Jogo ela dentro ligo as duas bocas de quinze
Vidro escura para ajudar duvido ela não entrar!

Entrou na marmita virou comida,
Entrou na marmita virou comida,
Entrou na marmita virou comida.

Êêeeeêe comida

Entrou na marmita virou comida,
Entrou na marmita virou comida,
Entrou na marmita virou comida.

Vídeo incorreto?