Ajeitei bem a melena e os pila na guaiaca
Pois eu gosto de fuzarca dessas de durar três dias
To preparado pra beber que nem um loco
Quero gastar os meus troco o que me importa é a parceria
Sou índio velho criado bem ao relento
Enfrentando a dura lida, mas sempre com galhardia
Gosto de vinho, de churrasco e de cachaça
E jamais eu nego a raça quando entro na folia

E se o fandango é com o rodeio ou com os campeiros
Pode ver que eu to no meio minha sina é fandangueá
Se bebo um pouco fico louco de faceiro e assim eu levo a vida do jeito véio que dá.

Eu sou da tropa entropilhada em fuzarca
Que esgrima a noite na tarca, manhecendo cantoria
Não sou bonito mas meu parceiro espedito
Sou de sorte nas madruga e preferido das guria
Vivo em carpeta, carreira e jogo de osso
Tenho um mango que é um colosso pra defender nosso povo
E o meu facão marca formiga de três linha
Já quer saltar da bainha pra nós churrasqueá de novo

E se o fandango...

Vídeo incorreto?