Eu quero canto, violão e gaita
E cachaça boa pra espantar o frio
Quero um fandango em São Chico de Paula
Pra ver novamente o ronco do bugio.

Como é lindo de se ver o passo do bugio
Numa sala de baile ele pisa macio
Dança bem requebrado mexendo com a anca
No fola da gaita é onde ele ronca.

Se você não conhece eu te explico seu moço
O bicho que eu falo é do ronco bem grosso
Quando sai do mato no fole se esconde
E o dono dos bailes do nosso Rio Grande.

O bugio é famoso tem força na goela
Nasceu no Ouro Verde, cresceu no Canela
Passou em Bom Jesus, Jaquirana e Chapada
Lá em São Francisco fez sua morada.

Vídeo incorreto?