Fui animar um fandango lá no salão do bituca
Quiseram cortar minha gaita eu me vi numa sinuca
O xirú, disse: oh gaiteiro tu não vale uma puçuca
Me pegou pelo pescoço, eu gritei: - tu me machuca
Me atirou porta fora deu um grito tu vai embora
Eu sai a cem por hora com a gaita na garupa.

Dali eu sai correndo, entrei no boteco do juca
Tomei uns trago de canha já subiu pra minha cuca.
Eu formei logo um bochincho me deram tapa na nuca
Pegaram minha bombacha, a camisa e a peruca.
Me deram uma sapeca, me soltaram bem careca
De bota, de lenço e de cueca e com a gaita na garupa.

A policia me prendeu foi de novo aquela luta
O delegado me falou você que é o bom na biruta
Eu então lhe respondi: uns traguinho a gente chupa
Mandou descer a borracha a coisa então ficou bruta
Fiquei três dias no laço, sai dali no fracasso
Montado no meu picasso e com a gaita na garupa.

Quando eu cheguei em casa a mulher tava maluca
Me colocou uma faca eu gritei: tu tá caduca
Ela gritou: - eu te cutuco e eu disse: - não cutuca
De repente eu consegui escapar daquela arapuca
Eu sai naquele embalo correndo no meu cavalo
Pulando cerca e valo mas com a gaita na garupa.

Vídeo incorreto?