Se esta bombacha que eu uso te incomoda
Te asseguro não é moda é a mais pura tradição
Ela é do tempo em que luxo e riqueza
Não mostravam a beleza da vida deste peão

Se esta bombacha se confunde com a terra
É que o seu pano encerra toda a dureza da lida
Está surrada de tanto agüentar o repuxo
E ser parceira do gaúcho que é grandeza de sua vida

Se esta bombacha que eu uso impõe respeito
É que trago no meu peito herança de pelador
Pelo Rio Grande minha pátria enternecida
Retratas bombacha amiga todo o meu sincero amor

|Que se curvem outros povos, outras raças
|É um bombachudo que possa galo de briga e bagual
|Cuiudo e guapo esse tronco galponeiro
|Não verás no mundo inteiro outra estampa igual

Vídeo incorreto?