Ela passou os malucos se "adimirô"
Sa menina tomou água na concha do feijão
E vai descendo pelo centro da ladeira
Parece que vem da feira carregando esses melão

Eu sou safado, só não tem demagogia
Mas tá mais pra melancia, air-bag de caminhão
Desde pequena é motivo de piada
Deusa da rapaziada lá do fundo do busão

Ela parou, olhou pra mim e fez sinal
Como quem manda um tchau me chamando pra missão
E só de ver eu fico todo arrepiado
Com os nervos descontrolados, todo cheio de tesão

E se não der uns vinte litros, eu chuto o balde
Benzo a vaca e chamo o padre pra fazer uma oração
É de deixar americana com inveja
Soutien não segura as pregas nem (em) filme de ficção

E só se vê mulher botando silicone
E depois morre, sofre as barbas de como é na exumação
Eu só queria ser criança novamente
Pra me lambuzar de leeeeite... mamando nesses peitão

Que eu sou chegado nos peitão (peitão, peitão)
Que eu sou xonado nos peitão (peitão, peitão)
Essa mina me enlouquece, tira todo o meu stresse
Sem sequer usar as mãos
Que eu sou chegado nos peitão (peitão, peitão)
Que eu sou xonado nos peitão (peitão, peitão)
Igualzinho à prefeitura me dá leite com fartura
Melhorando a educação

Igualzinho à prefeitura me dá leite com fartuuuuraaaa
Melhorando a educação

Vídeo incorreto?