Eu errei, agi por impulso e sem pensar
Tirei minhas roupas do lugar
Deixei um bilhete e me afastei
Te testei, pra ver se iria me procurar
Mas você rasgou sem se abalar
Tão fria que eu me assustei

Toda vez que a gente briga você sai batendo a porta
Fico preocupado sem saber que horas volta
Desequilibrado entro em nosso quarto
Deito pra tentar me conter

Mas fui eu que dessa vez agiu com imaturidade
Quis ter a certeza que o que sente é de verdade
Mas arrependido, fico deprimido
Louco pra ligar e dizer

Que eu errei e não arrisco de novo
Duvidei fui um bobo e posso reverter
Vou fazer as coisas só do seu jeito
Vou tentar ser perfeito, pra não te perder
Quando o assunto é o nosso amor, fico cego
Atropelo o meu ego sem pensar em mim
Vai ser sempre assim, eu juro que vai ser sempre assim

Toda vez que a gente briga você sai batendo a porta
Fico preocupado sem saber que horas volta
Desequilibrado entro em nosso quarto
Deito pra tentar me conter

Mas fui eu que dessa vez agiu com imaturidade
Quis ter a certeza que o que sente é de verdade
Mas arrependido, fico deprimido
Louco pra ligar e dizer

Que eu errei e não arrisco de novo
Duvidei fui um bobo e posso reverter
Vou fazer as coisas só do seu jeito
Vou tentar ser perfeito, pra não te perder
Quando o assunto é o nosso amor, fico cego
Atropelo o meu ego sem pensar em mim
Vai ser sempre assim, eu juro que vai ser sempre assim

Vídeo incorreto?