Refrão:(2x)
Uma coisa não me engana
Me orgulho e vou cantar
A garoa paulistana
Lava alma e vem me abençoar
Nessa terra o sonho é tanto
Ela que não sai de si
Se perdendo por encanto
Vai se achar feliz aqui...

E assim que o tempero fervilha
Num imenso caldeirão
Tem sushi, massa, kibe, lentilha
Viradinho, pastel e feijão.
É a mistura das raças
Custumes, credos e cores
Indo nas ruas e praças
Criando novos amores...

Samba, samba, samba...
Samba, samba, samba...
Samba, samba, samba...

Refrão:(2x)
Uma coisa não me engana
Me orgulho e vou cantar
A garoa paulistana
Lava alma e vem me abençoar
Nessa terra o sonho é tanto
Ela que não sai de si
Se perdendo por encanto
Vai se achar feliz aqui...

E assim que o tempero fervilha
Num imenso caldeirão
Tem sushi, massa, kibe, lentilha
Viradinho, pastel e feijão
É a mistura das raças
Custumes, credos e cores
Indo nas ruas e praças
Criando novos amores...

Samba, samba, samba...amores
Samba, samba, samba
Samba, samba, samba...

Vídeo incorreto?