Já me falaram que essa terra tem palmeiras
O sabiá de tão malandro até fugiu
Vê se segura essa lenha, essa pauleira
Essa madeira é a tal de pau-brasil

Se é pra sambar, o bom mesmo é sambar à brasileira
Sem se importar, se é samba-enredo é de breque ou gafieira
Deixa pra lá, sem importar essa cultura estrangeira
Deixa pra lá, os “very good”, os “very well”, o bom é samba de cuica e frigideira

Salve ao brasil
Da passarada
No céu de anil
Livres a poder voar

Nossas graúnas, nossas perdizes, nossas raizes

Salve ao brasil
Nossas cascatas
Imensos rios
Lagos entre verdes matas

Nos coqueirais, nos pinheirais, nossas origens

Vídeo incorreto?