Porque este preconceito
Sou roqueiro mas também tenho direito
De me apaixonar, de escrever e de tocar uma balada

Que não passou uma fase destas, bom sujeito não é
Como alguém pode não entender
Como alguém pode não me entender
E me ofender
Me chamar de vendido
Não entender, que preciso deste desabafo

Parece feito de pedra
E naqueles momentos em que o coração aperta
É tão bom escutar
Tão bom de pensar
Beijar na trilha da balada

Vídeo incorreto?