Pela estrada do amor
Sigo em velocidade
Meu pensamento é meu carro
Acelero com vontade
Porta-malas é meu peito
Onde a saudade anceia
Combustível é o sangue
Que corre nas minhas veias
Coração ta preso nela
Feito um inseto na teia

Subo serra, desço serra, ultrapasso a solidão
Num instante estaciono dentro do seu coração

Tomo cuidado nas curvas
Olhando o retrovisor
Meus olhos são dois faróis procurando seu amor
A pressão que sobe e desce
Vem pra baixo e vai pra cima
É amor que apaixona, é paixão que alucina
Vou buscar os olhos verdes
Que eu deixei lá em Minas

Vídeo incorreto?