Oi amor,
Desculpe pelo horário,
Posso até parecer otário.
Segunda Estrofe:
Só não vou,
Permanecer calado,
Como sempre fiz ao teu lado.

Não sou homem sem você,
Eu nem sei quem sou.
Não sou nada sem você,
Meu amor.


Mas não vou mudar tua opinião,
Nem tentar buscar o teu perdão,
Só queria ouvir tua voz,
Por isso eu te liguei,
Pra me sentir completo outra vez.


Hoje não,
Vale mais a pena,
Discutir falsos problemas.
Quarta Estrofe:
Nada mais restou,
Do que fotos pela mesa,
E um adeus sem clara certeza.

É doeu quando não me atendeu,
Confidencial, medo sem igual.
Ter você ou me perder no seu olhar,
É tão natural, estar em suas mãos,
É tão natural, querer você.

Vídeo incorreto?