Asa de abelha


Eu tinha dezenove anos quando vim para a cidade
Chamavam-lhe o Verão do Amor
Eles estavam queimando bebês, queimando bandeiras
Os falcões contra as pompas
Eu peguei um trabalho no STemie na Cauldrum Street
E me apaixonei pela menina da lavanderia que trabalhava perto de mim

Oh ela era uma coisa rara,
Fina como asa de abelha
Tão fina que um sopro de vento forte levou-a embora
Ela era uma criança perdida,
Oh ela corria selvagem
Ela disse "Enquanto não houver preço no amor, eu ficarei.
E você não me desejaria de outra maneira."

Cabelo castanho zig-zagueia em torno do seu rosto e um olhar de meio surpresa
Como uma raposa pega pelos faróis,
Havia animais em seus olhos
Ela disse "Jovem, oh você não consegue ver que eu não sou o tipo de fábrica
Se você não me levar embora daqui com certeza vou minha mente"

Oh ela era uma coisa rara,
Fina como asa de abelha
Tão fina que eu poderia esmagá-la quando ela se deita
Ela era uma criança perdida,
Ela corria selvagem
Ela disse "Enquanto não houver preço no amor, eu ficarei.
E você não me desejaria de outra maneira."

Nós estavamos acampando na Gower um tempo,
O trabalho foi muito bom
Ela pensou que não deviamos esperar pela neve e eu pensei que talvez nós deveriamos
Estávamos bebendo mais naqueles dias e os ânimos chegaram ao extremo
E como um tolo deixei-a ir embora com desejo de explorar
E eles dizem que sua flor está desbotada agora,
Tempo difícil e bebida forte
Mas talvez este seja o preço que você paga pelas correntes que recusa

Oh ela era uma coisa rara,
Fina como asa de abelha
E eu sinto saudade dela mais do que as palavras podem dizer
Se eu pudesse provar toda sua selvageria agora
Se eu pudesse segurá-la em meus braços hoje
Bem eu não desejaria ela de nenhum outro jeito
Oh eu não desejaria ela de nenhum outro jeito
Oh eu não desejaria ela de nenhum outro jeito