Anjo


Passa todo o seu tempo esperando
Por aquela segunda chance
Por um romper que fará ficar melhor
Há sempre alguma razão
Para não se sentir bem o suficiente
E isso é difícil no fim do dia
Eu preciso de alguma distração
Oh bela libertação
Memórias filtradas de minhas veias
Me deixam vazia
Oh e leve e talvez
Eu encontrarei alguma paz esta noite

Nos braços do anjo
Voar para longe daqui
Desse sombrio e gelado quarto de hotel
E o infinito que você sente
Você é tirado dos destroços
Do seu devaneio silencioso
Você está nos braços do anjo
Talvez encontre algum conforto aqui

Tão cansado da linha reta
E para onde quer que vire
Há abutres e ladrões à sua volta
E a tempestade continua a torcer
Você continua construindo mentiras
Que você maquia para aquilo que precisa
Não faz diferença
Escapando uma última vez
É mais fácil acreditar nessa doce loucura
Essa gloriosa tristeza que me faz ajoelhar

Nos braços do anjo
Voar para longe daqui
Desse sombrio e gelado quarto de hotel
E o infinito que sente
Você é tirado dos destroços
Do seu devaneio silencioso
Você está nos braços do anjo
Talvez encontre algum conforto aqui
Você está nos braços do anjo
Talvez encontre algum conforto aqui