Hoje você vive pelo mundo
Livre como sempre quis
Há quem diga com satisfação
Para mim
Que você agora é mais feliz
Eu, por outro lado, já não tenho
Mais nenhuma flor no meu jardim
Devo admitir que estou sofrendo sem você
É difícil viver assim

Eu pensei que poderia
Vestir minha fantasia
E fazer um carnaval
Abusei demais da liberdade
Era o dono da verdade
Esse foi meu grande mal
O sabor amargo do desprezo
Eu agora reconheço
Tudo fiz por merecer
Pobre mestre-sala sem bandeira
Numa noite sem estrelas
Desfilando sem querer
Apesar de tudo não me canso
E não perco a esperança
De reconquistar você

Vídeo incorreto?