Você me fere o desejo
Me azeda todo o carinho
Você me fere e eu fujo
Eu sou que nem passarinho

Por onde anda a maldade mora
Eu quero ser como a luz
Entra na noite e não mancha
Entra no lago e não molha

Meu patrimônio de dores
Está além do que penso
Há golpes de ingratidão
Bem dentro do meu silêncio

Acho que na minha vida
De tanto amarem errado
Quando me amam bonito
Eu já nem sei ser amado

Vídeo incorreto?