Nos meus tempos de criança
Quando tudo é fantasia
Eu saía pela estrada
Só eu e minha gaiola
O verde era meu vizinho
A vida, um fazer nada
Encontrei mil passarinhos
Conheci um diferente
Nos tornamos bons amigos
Companheiros, confidentes
Vivia me ensinando ser feliz
Que alegria

Até que um dia fugiu
Já nem sei mais o motivo
Levou consigo lembranças
Deixou tristezas comigo
Mas me resta uma esperança
Reencontrar meu velho amigo

É que eu ganhei um alçapão de ouro
De cana do reino encantado
Vou levar meu chamarisco
Só eu e minha gaiola
Ir bem longe da cidade
Lá pro verde descampado
Pra ver se consigo pegar
Um passarinho muito arisco
Chamado felicidade

Vídeo incorreto?