Passa o tempo, venta o vento
Lento pouso desta vida sobre todos nós

Reza a reza, passo a passo
Março é braço que afasta a estação do sol maior

Folha a folha, imenso rubro
Mês de outubro, outros sonhos

Prima Vera na janela
Tia Lurdes no portão
A vida procurando quem por ela tem paixão

Ouro de cor setembro
Relembro só pra ter saudade
Das tardes que ardiam dezembradas

Maio maior que abril abriu a porta e se despediu
Sorriu sereno o sereno frio

A gosto de Deus o agosto
Dos homens tem gosto de espera
E a fé nos põe nos trilhos desta estrada

Vida que se reparte é arte, parte que se cumpriu
Sorriso onde Deus nos sorriu.

Vídeo incorreto?