Eu ando na corda


Por essa janela eu posso ver a chuva lá fora
Eu não me importo, porque você não está mais aqui dentro
Fingindo que isso não importando quando eu sei que importa
Isso está me arrastando e me seduzindo como armadilha de um caçador
Não, não, não
Eu ando na corda, eu espio minha memória durante a noite
Traço meus passos se eu tivesse uma segunda visão
Talvez algo que eu disse eu retirei, eu joguei na parede
Eu enfraqueci, eu cai
Eu ando na corda, eu espio minha memória a noite
Eu ando na corda
Por essa janela, minha mente está se tornando selvagem
É como se tivesse roubado um brinquedo de uma criança
Nós éramos corações desiludidos
Dançando na chuva
Talvez a gente poderia andar no passado de novo
Mas quando eu penso nessa questão
Eu sou o único a ser culpado?