As vezes eu fico pensando morena
Se tu pensas em mim, morena
Mas se tu pensas que lembras, morena
Mas de que lembras de mim

Será do troco das piadas engraçadas
Que eu te contava à meia à meia voz
Do candeeiro da fumaça desgraçada
Que atrapalhava o nosso amor sobre os lençóis

Das madrugadas que o desejo convidava
Para um passeio noturno pra variar
O do amor exagerado em noite fria
Quando a lua se escondia pra não ter que espiar

Era um tombo só
Feito o balanço do mar
Era um tombo só
Eu de cá e tu de lá

Será dos brincos dos cordoes e das pulseiras
Que eu comprava aquele velho camelô
Ou do ciúme danado que eu sentia
Quando tu ias visitar o teu doutor
Será das mulas que eu comprei a Chico Paca
No troca troca da feira de Caruaru
O será mesmo da quela rede malvada
Quando o vento balançava
No chão deixava eu e tu

Era um tombo....

Vídeo incorreto?