Saudade
Você pensa
Que faz ninho
no meu coração
Você pode até querer
Mais eu não deixo não
Não, não
Eu não deixo não

Eu sei que agora
Eu ando feito bala
De canhão de louco
Levando um sufoco
Perdidinho sim

Eu sei que a solidão
Anda acabando
Com minha alegria
Do meu dia dia
Zombando de mim

Mas eu sou pedra
Sou madeira
Sou duro na dor
Forrozeiro, batuqueiro
É assim que eu sou
Forrozando machucando
Pela vida procurando
Por um grande amor

A vida agente vai levando
Do jeito que vem
Coração apaixonado
Também sem ninguém
Por isso eu digo
Que o amor da vida
É feito um trem
Perde um vem cem

Vídeo incorreto?