Você me olhou a sorrir
Quando eu falei do meu amor,
Dobrou as mangas do querer,
Disse que pra ser de você
Tinha que ter muito valor

Chorei tanto, sofri tanto,
Que o jeito foi deixar de te encontrar.
Quase que morri, quando em mim senti
O mundo inteiro desabar.

Mas como um dia vai,
Outro dia vem,
Você apareceu querendo amor;
Te vi quase morrer,
Quando sem querer,
Eu disse: continuo sem valor.

Vibrei tanto, cantei tanto,
Enfim, eu consegui te esquecer;
Passei por um triz,
Mas hoje estou feliz
Com alguém bem melhor que você.