O samba tem o dom de encantar
E fazer refém quem ousa escutar
Meu samba é filosofia
Canto de fé, paz e harmonia

Pra você que não dança nem canta
Nem curte o clima da gente
Atenção pro que eu digo, mané
És um cara doente
Quando o cavaco chora, o pandeiro sacode
O tantã é quem segura
Dá uma coisa por dentro
Que mexe com a gente dos pés a cintura

Me diz por aí, que não gosta de samba
E diz por aí que não sabe sambar
Seja branco ou morena, mulata ou pretinha
O batuque da gente é de arrepiar

Na esquina, na rua, becos e vielas
O batuque envolvente de morro e favela
Ecoa pelos quatro cantos desse nosso país
O grito na garganta de um povo feliz
Lê, lê, lê, lê, lê...

Vídeo incorreto?